Fico bem




Não sei como você chegou, mas não quero que saia.
Adoro a conversa e nem ao menos reconheço sua voz…
Sinto saudades,  sinto vontade, me sinto a vontade!
Não sei se vai dar certo… e quem é que sabe?
Por acaso não foi,  nada é.
Sei  que é diferente, sei o que fez a diferença!
Adoro as provocações, o carinho gratuito e as preocupações.
Adoro as gentilezas e até a expectativa.
Adoro a calma, tanto quanto a incerteza. Tudo simples, tudo fácil, mas tudo real, como nem sempre é, mas deve ser.
E assim você chega  e eu me vou… os dois felizes, sem cobranças, culpas, ciúmes, medos, obrigações e todos os outros ranços que destroem  relações.
Estamos bem sozinhos e isso é fundamental para ficarmos juntos.
Quando encontramos, arriscamos, porque o máximo que pode acontecer é sermos muito mais felizes.
Chega logo que eu volto logo! Assim, desse jeito, te espero pra sempre e fico bem, muito bem.

Autor desconhecido

Foto: Leonardo Krug

Nenhum comentário:

Add

Comente!