AMOR: Como repartir quando o que se tem não basta nem para si mesmo?



Que ironia 12 de junho cai justamente numa quarta feira, "dia do sofá". Nas vitrines são corações pra lá, bombons pra cá, flores... Na verdade não vejo a data com aversão somente por estar solteira no momento, mas porque o ato de demonstrar AMOR deveria ser realizado todos os dias. Não ao consumismo! sim, às demonstrações verdadeiras, pequenas atitudes diárias recheadas de afeto e sinceridade... E mais, que estas sejam recíprocas. Se não está satisfeito(a), reveja sua relação!
Procure em você a felicidade, antes de colocar a responsabilidade no outro sobre seus fracassos e desamores. Você pode até estar acompanhado, mas se não achar a si mesmo primeiramente estará sempre com a sensação de que se encontra sozinho.
Como diria Suryavan Solar: " Nossos resultados e nossas relações são um reflexo de nosso mundo interno."

Daya Cunha

Nenhum comentário:

Add

Comente!